terça-feira, 24 de agosto de 2010

Sem Roteiro


Era minha impossibilidade. Tudo o que nunca imaginei. Na primeira chance não conseguia nem pensar. O tempo passou e as coisas continuaram do mesmo jeito. Era como se nada tivesse acontecido e não tinha mesmo pelo menos nada de real. Tudo ainda era no mundo das idéias. A idéia que devia ser esquecida. E foi por um bom tempo. Mas como nem sempre se é forte o suficiente para se manter distante o tempo transfere para outra ocasião as impossibilidades do momento. A resposta foi: deixa rolar, mas a vontade era dizer: esquece isso. Muitas coisas aconteceram vieram outras possibilidades (pessoas) e a idéia silenciou, pelo menos era o que parecia. Sem esforço. Sem programação. Sem aviso. O inesperado aconteceu. A impossibilidade se tornou possível. Possibilidade repetida muitas vezes. Sem nada de romantismo para não se perderem, mas com afeto. Silenciosamente já foi combinado que de tudo ficará apenas os bônus e a essência não se perderá porque antes de tudo já existíamos de outra forma.


AlineA.
Bjoaosomdasmarchinhas.




“Por isso eu quero te falar Que os 'Ás' dessa canção Eu fiz só pra te dar Seu jeito lindo fez arder Fiquei feito vulcão Fervendo por te ver
Você Me Encantou Demais - Natiruts

Nenhum comentário:

Postar um comentário