segunda-feira, 30 de agosto de 2010


E fico rindo aquele riso interno que ninguém vê toda vez que se aproxima e não consigo encarar.
E me esquivo, mas não tem jeito porque me cerca e perco as saídas.
E a rendição é certa. E o silêncio se faz.
E os olhares se encontram. E se entendem.
Até o amanhecer.

AlineA.
Bjoquemdiriahein!


“Arrebatador Vem de qualquer lugar Chega, nem pede licença Avança sem ponderar”
Aquilo Que dá no S2 - Lenine

Nenhum comentário:

Postar um comentário